quinta-feira, 18 de abril de 2013

2

Cinema no Restaurante: Now Is Good

http://3.bp.blogspot.com/--5Mr9RITSL8/UPNBxaPj_EI/AAAAAAAAPS0/tr4RG79NVpA/s1600/007_Cassino_Royale.jpg

*Filme ainda não lançado no Brasil

Em um mundo perfeito, todas as adaptações de livros que eu gosto, seriam feitas com o cuidado que merecem.

Seriam feitas, não levando em conta só a necessidade de ser fiel aos mínimos detalhes da estórias, mas passariam aquele sentimento que o cada livro trás.

Sou fã, mas não sou xiita. Aceito que alterem detalhes, pelo bem da adaptação, desde que não seja uma coisa que altera a estória em si.

Por exemplo, em Harry Potter, não liguei de terem trocado a cor do vestido da Hermione no baile Tribruxo. Mas se tivessem trocado a cor do olho do Harry, afetaria toda a estória. (Mesmo com o próprio HP tendo o olho verde mais azul desse mundo, pelo menos eles entraram na onda!)

Com a adaptação de Antes de Morrer, não cheguei a ficar no meu mundo perfeito, mas ele ficou bem perto.

Falamos sobre o livro semana passada, e a estória é triste, tocante e cheia de momentos bonitos.

Tessa está morrendo de câncer, mas nem por isso ( e talvez ainda mais por isso), ela quer viver o máximo que conseguir.

Ela monta uma lista de coisas que quer fazer, e ao lado da sua Zoey(Kaya Scodelario), ela vai lutar contra os dias que lhe resta, e o seu protetor pai (Paddy Considine), para conseguir terminar a sua lista.

E quem sabe, até o seu novo vizinho, Adam (Jeremy Irvine), pode ajudar a cumpri-la?

now-is-good-promotional-still-128

Que uma coisa fique clara: Now Is good não veio para revolucionar o cinema, muito pelo contrário. O tema é até um pouco batido, porém ele não deixa de ser menos importante, só porque ele veio depois.

Como disse, gosto quando o filme capta a essência do livro, consegue passá-lo para a tela, e esse filme conseguiu a improvável capacidade de conseguir encaixar, em menos de duas horas, um livro maravilhoso.

now-is-good-image-dakota-fanning-jeremy-irvineO roteiro não chegou a ser muito bem adpatado, mas as boas passgens do livro estão ali e auxiliam a deixar o texto mais bonito.

A direção de Ol Parker é precisa, e deu para perceber que ele teve bastante liberdade para trablhar ao redor do livro.

Apesar disso, achei algumas mudanças um pouco desnecessárias, e outras que mostrama melhor o drama e a falta de aceitação de Tessa da sua própria morte.

Dakota Fanning, interpreta uma boa Tessa (embora já tenha visto melhores atuações dela), enquanto achei Jeremy um pouco ‘preso’ em seu personagem, mas o casal tem um pouco de química o que ajuda.

937593_105O melhor aqui, é o pai de Tessa interpretado por Paddy Considine, que dá um show em todas as cenas, principalmente as tristes.

Ter lido o livro primeiro, ver o filme e depois reler o livro, me deu uma nova perspectiva de tudo.

Primeiro das cenas mais ‘sangrentas’ e dos tratamentos, ter visto as cenas e depois ter lido as descrições novamente, as tornaram ainda mais reais.

Além disso, tinha uma estranha ideia de que o livro se passava em Londres e eles mudaram para o filme, mas adivinha? Nunca é citado Londres no livro! *Fanny louca*

Só que sei que também não era uma cidade litorânea, devido a uma cena do livro, então fica tudo certo.

A cena mais bonita fica para o final, quando Tessa está terminando a sua jornada.

Chorei feito uma criança e realmente me deixei levar pela estória.

No meu mundo perfeito, essa adaptação teria sido um pouco diferente? Sim.

Mas é boa, muito boa.

Não é melhor que o livro, mas hey!

Quem falou que precisa ser?

 

Fanny Ladeira

 

Próxima Sessão: Minha nova paixão vai chegar aqui…

Simm! DOCTOR WHO!

Semana que vem, você vai conhecer as várias razões que tornam essa série sensacional!

2 comentários:

  1. OMGGG FANNY! Você também é Whovian????? *_*
    Cada vez mais fã de vc e do blog. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!!!! Vc também é? Ahhhh *Amassa*

      Estou montando um post bem legal e espero que goste! =D

      Excluir

Obrigado por comentar!


Agora peça um delicioso prato ao nosso chef, e continue a sua visita pelo O Restaurante do Fim do Universo.

Fanny Ladeira!