sábado, 12 de janeiro de 2013

1

Resenha: Cante para eu dormir

http://skoob.s3.amazonaws.com/livros/174523/CANTE_PARA_EU_DORMIR_1307069214P.jpgLivro: Cante para eu dormir

Autora: Angela Morrison

Editora: Pandorga

Nota: 2,5 estrelas

Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo.

O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida.

Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando á milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles.

Expectativa é uma coisa instável. Pode tanto lhe fazer amar ainda mais alguma coisa, porque ela foi além das suas expectiativas,

Quanto achar que você deveria ter ido com menos sede ao pote.

Por exemplo, o livro Cante para eu dormir, era uma livro que eu tinha muita expectativa. Lembro que a Thais do Insane Little things, resenhou ele a um tempo atrás, quando o livro ainda nem havia chegado no Brasil.

Com uma capa linda, e um título irresistível em inglês "Sing to me Sleep", a estória tocante, prometia me fazer chorar tudo que deveria.

O livro demorou para chegar no Brasil, e quando finalmente foi lançado se esbarrou no fato de ser de uma editora pequena, e por isso foi difícil encontrar.

Quando vi ele na Bienal de São Paulo, não pensei duas e comprei.

Com tantos livros na prateleira, o livro foi ficando e ficando, esperando um final de semana tranquilo, para ser lido com calma.

Quando peguei para ler....a expectativa foi um empecilho, e infelizmente, não gostei tanto do livro como esperava. =(

Para começar, achei a estória da Beth triste, toda a sua necessidade em lidar com uma coisa tão superficial mas ao mesmo tempo tão impactante, como a aparência.

Porém, com o desenrolar, tudo que foi feito para transformar-lá de patinho feio em uma das mais belas da escola, foi tão....simples, que não é possível que tendo uma mãe que se demonstrou ser atenciosa ela não correu atrás disso.

Ao ler o relato no início, achava que ela tinha algum tipo de deformidade irreversível, mas só foi necessário algumas sessões de laser e umas idas ao cabelereiro para ficar super bonita? Não me convenceu!

No todo, a estória me cativou, mas não me aproximou (entendem?) e me senti como uma espectadora sem muito interesse assistindo um filme triste.

Nem mesmo os romances do livro me fizeram amolecer, e por isso terminei o livro somente tendo chorando no primeiro solo de Beth, quando ela fala da sua paixão pela música.

Essa sim foi uma cena linda de ser ler!

Não me levem a mal, o livro tem vários pontos altos, e tenho certeza que fará muita gente chorar por aí. Só que me pegou em um momento não tão bom, e acabou ficando esse sentimento de distanciamento.

A narrativa é um pouco travada, o que não posso dizer que é da tradução, mas em compensação o livro tem letras bem grandes, o que faz a leitura render bastante. =P

De qualquer forma, espero que a visão de alguém que foi com muita sede ao pote, ajude a você que sempre quis ler esse livro, ou se interessou, ajude a segurar as suas expectativas, e assim aproveitar muito mais a leitura.

Afinal, pelo bem ou pelo mal, é uma estória que merece ser lida.

Fanny Ladeira

http://1.bp.blogspot.com/_dcAuU5T-UbQ/Sw9FL1FUbnI/AAAAAAAAB1s/yDE9iEjctQc/s320/angela+morrison.jpgAngela Morrison formou-se na Universidade Brigham Young e recebeu o título de Mestre em Escrita para Crianças e Jovens na Vermont College. Ela vive em Mesa, Arizona. Para conehcer mais sobre ela, acesse o seu site ofícial!

Um comentário:

  1. ahhhh que pena!!!!!

    mas isso acontece! As vezes alguns livros dependem muito do momento em que a pessoa esta.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!


Agora peça um delicioso prato ao nosso chef, e continue a sua visita pelo O Restaurante do Fim do Universo.

Fanny Ladeira!