terça-feira, 26 de março de 2013

2

Resenha: Agora e Sempre

http://www.livrariascuritiba.com.br/Imagens/Livros/Normal/LV313345_N.jpgLivro: Agora e Sempre

Autora: Judith McNaught

Editora:Best Bolso

Nota: 5 estrelas

Em 1815, órfã e sozinha, a jovem americana Victoria Seaton atravessou o vasto oceano com destino à Inglaterra. Determinada a assumir a herança perdida havia tanto tempo, surpreendeu-se diante da suntuosa propriedade de seu primo distante, o mal-afamado lorde Jason Fielding.

Disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade, solteiras ou casadas, Jason era um mistério para Victoria. Confusa por sua postura arrogante e, ainda assim, atraída por seu arrasador poder de sedução, ela vislumbrou dolorosas lembranças nos profundos olhos verdes de Jason.
Quando ele, incapaz de resistir ao charme e ousadia de Victoria, tomou-a nos braços e a beijou com paixão, ela foi envolvida em um redemoinho de sensações desconhecidas e profundamente perturbadoras.

Não é surpresa para ninguém que frequenta esse blog, que tenho uma queda por romances históricos.

Eu tinha um certo preconceito contra o gênero, e só resolvi encarar quando a Thais da Mata o Insane Little Things, me encorajou a ler os livros da Patricia Cabot. A mesma Thais, que foi indicando vários livros do gênero e me fazendo ficar cada vez mais apaixonada.

Julia Quinn, Laura Lee Gurke, Lisa Klyepas, Kathryn Smith, são algumas das que eu já li, e aprovei.

Mas faltava ler um livro da Judith Mcnaught.

Tanta gente me indicava os livros dela, que eu fui ficando meio sem escape, mas ao mesmo tempo ficava nessa, vou ler um dia, vou ler um dia, e esse dia nunca chegava.

Nessa brincadeira de ‘vou ler um dia’, perdi mais ou menos uns 2 anos. Uma coisa que me impressionava, era como as pessoas recomendavam bem a Judith, elas falavam com um carinho pelos livros que eu, como uma desconehcida no assunto, não conseguia entender.

Até que ganhei Agora e Sempre e aí não tinha mais como escapar!

A estória é tão bem construida, e tem tantos revés interessantes e completamente coerentes com a estória, que não consegui nem achar um ponto fraco ou que poderia ser evitado.

Victoria é uma mocinha corajosa, mas ao mesmo tempo sozinha e que está passando por uma situação muito difícil, em um país desconhecido. Vou contar que chorei vários momentos por causa dela.

O mocinho, Lord Jason, é diferente dos personagens que vejo em outros livros. Ele tem, como sempre, aquele toque de masculinidade quase sempre vangloriado no gênereo, só que ele é mais seco e mais direto que os mocinhos do outros livros.

A trama, como eu disse, é bem amarrada, porém o que mais me fascinou é como ela consegue prender o leitor.

Você começa a torcer para isso ou aquilo acontecer, e fica antecipando o momento em que cada um vai ceder as suas vontades, e vibra com cada passo para o final feliz.

Quando não conhecia o gênero, achava que todos os livros eram iguais, e de certa forma, os finais são sempre felizes em sua grande maioria.

Só que ao mesmo tempo em que eles são parecidos, cada escritora, em cada livro, mostra uma nuance única.

Em minha opinião, acho que esse gênero é o mais fácil de se pegar um plágio, porque mesmo se você tiver contando uma estóira parecida, cada uma vê de um jeito a situação.

Hoje, após ler esse livro em menos de 1 dia, já ter lido outro livro dela, e estar louca para ler o resto, entendo tudo o que elas falavam.

E concordo.

Judith é realmente a melhor escritora do gênero.

E que venha todos os outros livros dela!

Fanny Ladeira

http://1.bp.blogspot.com/_9dxmWoMH9_4/TMuJv4dTdrI/AAAAAAAAAmU/AN4AM2IYa-o/s1600/C_16188716.jpgJudith McNaught é uma escritora norte-americana especializada no gênero conhecido como romance histórico. Foi também a primeira produtora executiva da rádio CBS no estado do Texas. Seus livros foram publicados em diversos países, e eé uma das escritoras mais respeitas do gêncero. Por anos seu livros estiveram esgottados no país, mas aos poucos, eles estão sendo relançados.

2 comentários:

  1. AMO este livro!
    acabei de ler e me apaixonei!!
    beijos.
    tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!


Agora peça um delicioso prato ao nosso chef, e continue a sua visita pelo O Restaurante do Fim do Universo.

Fanny Ladeira!