quarta-feira, 4 de julho de 2012

1

Resenha: As Leis de Allie Finkle para Meninas - Dia da Mudança


http://2.bp.blogspot.com/_TJ77c0HvJTQ/S_GdPnG8qvI/AAAAAAAABvw/yXj_NUEpJq4/s1600/As-leis-de-Allie-Finkle-para-meninas-Dia-da-mudan%C3%A7a-Meg-Cabot.jpg
x

Livro: As leis de Allie Finkle para Meninas - Dia da Mudança
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Nota: 5 estrelas

Quando os pais de Allie Finkle anunciam que a família está de mudança, ela tem certeza que sua vida acabou.

Allie não está nem um pouco feliz em ter que trocar seu quarto cor-de-rosa por uma casa antiga com passagens secretas, um sótão de arrepiar e pisos que rangem. Sem falar na sua coleção de pedras, na melhor amiga... e o pior: ter que trocar de escola!

Ela não pode deixar isso acontecer. Afinal, já tem 9 anos e sua opinião deveria valer alguma coisa nessa história, não?

Felizmente ela tem seu livro de leis para ajudá-la a se comportar. Certo, às vezes ela quebra uma regra ou outra: quando não guarda um segredo ou enfia acidentalmente uma espátula na garganta da melhor amiga...

O importante é que ela tenta segui-las. Uma das regras mais importantes é sabotar a mudança para que tudo fique como sempre foi. E sem contar que salvar sua família de um terrível destino na casa mal-assombrada nem mesmo é uma lei. É uma obrigação!

Agora Allie vai precisar elaborar um plano; e ainda precisa lidar com a amiga chorona que não quer que ela se mude, com uma menina malvada que maltrata os animais e, é claro, com os irmãos e os pais, que às vezes conseguem ser muito insensíveis. E sim, essa é uma lei.

http://www.scholastic.ca/titles/alliefinkle/images/header.jpg


Meg é Meg. Tenho a certeza que iria ler qualquer coisa que essa mulher resolvesse escrever. Mas por algumas razões, tipo o fato de ter 23 anos, os livros voltados para o público Infanto Juvenil, A série Allie Finkle, nunca esteve no topo da minha lista.

O que não faz sentido nem pra mim, já que sempre estou lendo livros do gênero. Diários de um banana, entre outros, são livros que sempre me surpreende pela genialidade. E quem diria, Allie Finkle passa muito perto disso. Claro que para uma pessoa 'adulta' o livro pode soar infantil e bobo, mas quem disse que é bom ser adulto mesmo?

"Tenho que admitir que aquilo realmente me magoou, mas não ia chorar por causa disso. Pelo menos, não na frente delas. Porque chorar quando alguém está insultando você apenas dá a eles o que querem. Assim eles saem ganhando, porque sabem que deixariam você triste. Então você precisa fingir que não liga. Aí você vence" Allie Finkle
 
Allie é dramática, como quase todas as personagens da Meg, mas com apenas 9 anos suas atitudes são um pouco mais controladas. Com dois irmãos pequenos, uma amiga chorona e uma mudança inevitável, Allie encontra plano para manga para debater com os seus pais.

Ela acha a casa nova horrível, e não quer mudar de escola, porém nossa amiga vai aprender que nem todas as mudanças são ruins, e que alguma coisa podem nos surpreender.

Com o seu caderno de regras, ela vai montando o 'caminho perfeito' para uma boa convivência com o mundo.


Adoro a sinceridade das crianças nesse livro, e AMEI a Allie. Ela é demais.

E com esse livro, Meg prova mais uma vez por eu acho ela diva! Não é fácil escrever para um público especifico, mas criar um livro voltado para um público e conseguir abrir para o resto, é simplesmente magnifico. É simplesmente Cabot!


Fanny Ladeira



MEGMeg Cabot, também conhecida como Jenny, Patrícia ou como os fãs a chamam: DIVA!!  Ela nasceu na Indiana, e morou em diversos lugares dos EUA, como na Califórnia. Trabalhou durante 10 anos em um dormitório estudantil da NYU, e saiu quando os seus livros começaram a fazer muito sucesso. Hoje tem mais de 40 obras, e no Brasil tem Fan base enorme e fiel. Seu livro de maior sucesso é a série O Diário da Princesa, que foi adaptado para os cinemas. Meg, mora atualmente em Key West, Flórida, com o seu marido Benjamim, e a sua gata caolha, Henrietta.

Um comentário:

  1. Como assim nunca li nada da Meg Cabot?! Sim, é verdade.... Mas não é por falta de vontade. De acordo com as resenhas e a quantidade enorme de admiradoras que ela tem, só pode ser diva mesmo, e com motivos reais. Preciso ler algo dela e saber o porquê de toda essa aura que a envolve hehehe.

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!


Agora peça um delicioso prato ao nosso chef, e continue a sua visita pelo O Restaurante do Fim do Universo.

Fanny Ladeira!